quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Agrião


Nome Científico: Nasturtium officinale R. Br. (sinonimo Rorippa nasturtium-aquaticum).
Nome Comum: Agrião
Nomes Populares: Agrião de rio, Agrião comum.
Origem: Europa e Ásia.
Habitat: Zonas húmidas, margens de rios, cursos de água e ribeiros, onde a água seja corrente.
Descrição: Planta herbácea. Emite ramos de até 50 ou 60cm de comprimento. Haste ramosa, espessa, suculenta, verde-avermelhada, rasteira.
Benefícios:O agrião contém um óleo essencial, iodo, ferro, fosfato e alguns sais. O seu uso prolongado tem eficaz efeito depurador do sangue e antiescorbútico. Emprega-se também como óptimo remédio contra a atonia dos órgãos digestivos; como estimulante no escorbuto, escrofulose e raquitismo; como diurético nas hidropisias, nas enfermidades das vias urinárias, nos cálculos; como expectorante nos catarros pulmonares crónicos; como desopilante do fígado. Tomam-se, diariamente, 3 a 4 colheres de sopa de suco de agrião puro ou diluído em água.O agrião convém aos diabéticos, porque encerra poucos princípios amiláceos. Aplicado, em cataplasma, sobre úlceras, apressa sua cicatrização. Em resultado de algumas experiências, atribuem-se ao agrião propriedades antídotas dos efeitos tóxicos da nicotina.O suco desta planta, misturado com mel, dá um bom xarope para combater a bronquite, tosse, tuberculose pulmonar. Os que sofrem de ácido úrico, em virtude de terem comido muita carne, especialmente carne de porco, toucinho, salsichas, etc, devem comer diariamente uma salada de agrião. É de acção Cicatrizante , tónico, estimulante , depurativo , descongestionante diurético anticaspa e antiqueda.

Sem comentários:

Enviar um comentário